terça-feira, 25 de agosto de 2015

FIES Seleção

Prazo para inscrições de selecionados no Fies termina amanhã
Estudantes terão 10 dias úteis para validar informações em instituições de ensino

Estudantes pré-selecionados para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) têm até esta terça-feira (25) para acessar o sistema SisFies e confirmar o interesse em fechar o contrato de financiamento. As inscrições tinham se encerrado no último domingo (23). 
 
Concluída esta primeira etapa, os estudantes terão 10 dias úteis para comparecer à Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da instituição de ensino pretendida para validar as informações que os credenciaram ao benefício.
Já os estudantes que ficaram na lista de espera devem ficar atentos ao boletim de acompanhamento. Caso algum dos pré-selecionados não cumpra alguma das etapas do programa dentro do prazo estipulado, a vaga será realocada para o próximo da lista.
 
 

MEC admite critério de proporcionalidade de vagas para Fies

A informação consta de decisão judicial na qual a Anima obteve a suspensão dos prazos de contratação e inscrição no Fies para o curso de Engenharia Civil.


O Ministério da Educação informou que adotou outro critério, além dos de qualidade dos cursos, para distribuir as vagas do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Em processo judicial movido pela Anima Educação com base nas vagas obtidas pela companhia no curso de Engenharia Civil, o MEC admitiu ter levado em conta um critério ainda não conhecido, de proporcionalidade das vagas de cada instituição de ensino no total do Fies com base em dados do ano anterior. A informação consta de decisão judicial na qual a Anima obteve a suspensão dos prazos de contratação e inscrição no Fies para o curso de Engenharia Civil.
 
A decisão do desembargador federal Néviton Guedes, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, determina que os prazos sejam suspensos "até que o MEC confira ao referido curso as vagas a ele destinadas em estrito cumprimento às normas regulamentares".
 
No início do mês, a Anima já havia obtido uma liminar suspendendo as inscrições do Fies, que foi derrubada pouco tempo depois. A companhia reclamou que um curso de Engenharia Civil com nota 4 obteve 20 das 90 vagas pedidas enquanto outro curso da Anhanguera com nota inferior havia obtido 46 vagas.
 
Em resposta no processo, o MEC informou que a principal diferença entre a Anima e a Anhanguera foi a proporcionalidade. "O critério preponderante para a diferença é o coeficiente porcentual de proporcionalidade, considerando o histórico de importância de participação no Fies a partir da demanda dos estudantes, dado existente em 2014", diz o MEC em trecho do processo citado na decisão.
 
O desembargador considera em sua decisão que foi usado critério não previsto nas normas regulamentares. Com isso, afirma que não há dúvida de que a Anima sofreria prejuízo caso a medida judicial não fosse tomada.

sexta-feira, 10 de julho de 2015

Uninove abrirá faculdades de Medicina em São Bernardo e Mauá

A Uninove (Universidade Nove de Julho) confirmou o favoritismo e venceu a disputa para abrir novas faculdades de medicina do ABC. O resultado foi divulgado nesta sexta-feira (10) pelos ministérios da Educação e da Saúde.
A instituição de ensino vai abrir cursos de medicina em São Bernardo (100 vagas) e em Mauá (50 vagas). A Uninove era favorita pois já tinha aparecido em primeiro lugar na pré-classificação divulgada em abril, em ambos os municípios.
Em São Bernardo estavam na briga mais sete universidades: Anhanguera, Metodista, São Judas, Mackenzie, Anhembi-Morumbi, Sociedade Regional de Ensino e Saúde (de Campinas) e Universidade Estácio de Sá. Em Mauá a Uninove tinha como concorrente a Faculdade Renil.
A previsão é que os novos cursos de medicina demorem no máximo 1 ano e meio para serem implantados. O plano de expansão dos cursos em todo o país faz parte do Programa Mais Médicos, que contemplou 36 cidades.
O ABC conta hoje com três cursos de medicina em funcionamento: Em Santo André (na Faculdade de Medicina do ABC), em São Bernardo (na Faculdade das Américas) e em São Caetano (na Universidade Municipal de São Caetano do Sul).

Unisanta autorizada a abrir Curso de Medicina, que terá início em 2017, com 50 vagas



Os ministérios da Educação e da Saúde autorizaram, na manhã desta sexta-feira ( 10/7), a Universidade Santa Cecília (Unisanta) a instalar uma Faculdade de Medicina em Cubatão.  As aulas desse novo Curso estão previstas para 2017.  “A região e o País serão beneficiados com esse arrojado projeto da Unisanta”, afirmou a reitora, Sílvia Teixeira Penteado. “Será um avanço na interiorização, visando a formação médica”, acrescentou, lembrando que esse tipo de curso existe apenas nas Capitais e  nas maiores cidades brasileiras. “O projeto da Unisanta terá 12 (doze) semestres com três eixos: técnico-científico, humanístico e atenção integral à saúde comunitária, acrescentou Sílvia.
O histórico da Unisanta a credenciou para conseguir essa autorização  “em prol do desenvolvimento regional e do País.   “São mais de cinco décadas de cursos de graduação e de pós-graduação que primam pela qualidade, consolidando-se também como instituição formadora na área da saúde, por meio de clínicas, laboratórios de Odontologia, Fisioterapia, Farmácia e Educação Física, que são referência no atendimento à população.”
A medida do governo federal faz parte do programa Mais Médicos e tem o objetivo de ampliar o atendimento à população de 39 cidades, em 11 estados. Segundo o governo federal, a maior parte das novas faculdades de medicina se   concentrarão  em São Paulo. Desde setembro do ano  passado Cubatão e Guarujá  haviam sido contemplados com a medida, mas,  desta vez, foram  divulgados os nomes das universidades autorizadas a   abrir os cursos. As universidades terão um prazo de 18 meses para implantar os projetos.
Será um total de 2.290 vagas no País,  em universidades particulares. Em  Guarujá, serão abertas 55 vagas, a cargo da Associação Prudentina de Educação e Cultura.
Seleção por mérito
A seleção dos projetos foi feita por meio de editais de chamamento público,  em parceria com o Ministério da Saúde, como parte do programa Mais Médicos. As propostas foram avaliadas por uma comissão de especialistas, médicos, professores de medicina e integrantes da Comissão de Acompanhamento e Monitoramento de Escolas Médicas (Camem), que também avalia as instituições federais de educação superior, com a coordenação do professor Henry Campos, reitor da Universidade Federal do Ceará (UFC).
A análise das propostas levou em consideração a capacidade econômico-financeira e a regularidade jurídica e fiscal da mantenedora, o histórico da mantenedora e a proposta do curso de graduação em medicina, com análise de mérito e de pertinência da proposta, segundo informações do MEC notícia publicadas na Tribuna Digital.
“Na seleção dos municípios, além da inexistência de curso no local, foram exigidos requisitos baseados na proporção de vagas e médicos por habitante, tamanho da população atendida e distância de outro curso de medicina, com critérios referentes à estrutura da rede de saúde, para garantir a qualidade de formação. A comissão analisou também o projeto pedagógico do curso, o corpo docente, a infraestrutura e o plano de implantação da residência médica. A análise das propostas contou com a colaboração da Fundação Getúlio Vargas (FGV), que, entre outros aspectos, foi responsável por descartar o risco de descontinuidade da formação médica em uma avaliação desenvolvida especificamente para o programa”.
Dos 39 municípios brasileiros selecionados no primeiro edital, 14 estão em São Paulo (Araçatuba, Araras, Bauru, Cubatão, Guarujá, Guarulhos, Jaú, Limeira, Mauá, Osasco, Piracicaba, Rio Claro, São Bernardo do Campo e São José dos Campos) e cinco na Bahia (Alagoinhas, Eunápolis, Guanambi, Itabuna, Jacobina e Juazeiro). Tem vagas ainda no Espírito Santo (Cachoeiro de Itapermirim); Minas Gerais (Contagem, Passos, Poços de Caldas, Sete Lagoas); Pará (Tucuruí); Paraná (Campo Mourão, Guarapuava, Pato Branco e Umuarama); Pernambuco (Jaboatão dos Guararapes); Rio de Janeiro (Angra dos Reis, Três Rios);  Rondônia (Vilhena); Rio Grande do Sul (Erechim, Ijuí, Novo Hamburgo e São Leopoldo) e Santa Catarina (Jaraguá do Sul).

quinta-feira, 9 de julho de 2015

Simulados UERJ/ ENEM Vetor

Modelo UERJ - Objetiva2012/22012/12011201020092008200720062005
Questões2o Simulado UERJ 2012 - Qualificação - QuestõesSimulado UERJ 2012 - Qualificação - QuestõesSimulado UERJ 2011 - Qualificação - QuestõesSimulado UERJ 2010 - QuestõesSimulado UERJ 2009 - QuestõesSimulado UERJ 2008 - QuestõesSimulado UERJ 2007 - QuestõesSimulado UERJ 2006 - QuestõesSimulado UERJ 2005 - Questões
Gabaritos2o Simulado UERJ 2012- Qualificação - GabaritosSimulado UERJ 2012- Qualificação - GabaritosSimulado UERJ 2011- Qualificação - GabaritosSimulado UERJ 2010 - GabaritosSimulado UERJ 2009 - GabaritosSimulado UERJ 2008 - GabaritosSimulado UERJ 2007 - GabaritosSimulado UERJ 2006 - GabaritosSimulado UERJ 2005 - Gabaritos

Modelo UERJ - Discursiva20122011
Questões-Simulado UERJ 2011 - Discursiva - Questões
Gabaritos-Simulado UERJ 2011 - Discursiva - Gabarito

Modelo ENEM201220112010
Questões 1º DIASimulado ENEM 2012 - Questões DIA 1Simulado ENEM 2011 - Questões DIA 1Simulado ENEM 2010 - Questões DIA 1
Questões 2º DIASimulado ENEM 2012 - Questões DIA 2Simulado ENEM 2011 - Questões DIA 2Simulado ENEM 2010 - Questões DIA 2
GabaritosGABARITO - Simulado Vetor ENEM 2012_FINALGABARITO - Simulado Vetor ENEM 2011_FINALGABARITO - Simulado Vetor ENEM 2010_FINAL

Modelo UFRJ20092008200720062005
Questões - Específica-Simulado UFRJ 2008 - Prova EspecíficaSimulado UFRJ 2007 - Prova EspecíficaSimulado UFRJ 2006 - Prova Específica - Arquivo ZIPSimulado UFRJ 2005 - Prova Específica
Gabaritos - Específica----Simulado UFRJ 2005 - Gabaraito da Prova Específica
Questões - Não Específica-Simulado UFRJ 2008 - Prova Não EspecíficaSimulado UFRJ 2007 - Prova Não EspecíficaSimulado UFRJ 2006 - Prova Não-Específica - Arquivo ZIPSimulado UFRJ 2005 - Prova Não Específica
Gabaritos - Não Específica----Simulado UFRJ 2005 - Gabaraito da Prova Não Específica

MODELO UFRJ (NOVO)2010
Questões 1º DIA1D - SIMULADO VETOR - MODELO UFRJ 2010.pdf
Questões 2º DIA2D - SIMULADO VETOR - MODELO UFRJ 2010.pdf
GabaritosGABARITO SIMULADO VETOR - MODELO UFRJ 2010.pdf