segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Abertas inscrições para vestibular de Medicina Univag 2017/1

O sonho de se tornar médico está próximo. O Centro Universitário de Várzea Grande abriu as inscrições para o vestibular de Medicina 2017/1. Os candidatos podem se inscrever no site da VUNESP (www.vunesp.com.br) e do UNIVAG (www.medicinaunivag.com.br) de 01 de setembro até 18 de outubro.
São disponibilizadas 60 vagas para o período integral. A prova do processo seletivo será realizada no dia 09 de novembro (quarta-feira), das 13h30 às 18h, horário local (uma hora a menos do horário de Brasília), no campus do UNIVAG, localizado na Avenida Dom Orlando Chaves, nº 2655 - bairro Cristo Rei, Várzea Grande-MT.
A avaliação é composta por uma prova com 60 questões de múltipla escolha e redação. O candidato deve estar munido de documento oficial com foto para realizar a prova que terá a duração de quatro horas e trinta minutos.
O curso de Medicina do UNIVAG destaca-se em muitos aspectos, dentre eles a estrutura laboratorial e corpo docente altamente qualificado. Com resgate de valores e uma formação mais humanística e abrangente, a Medicina do UNIVAG é diferente pelo método de ensino inovador que coloca o acadêmico como sujeito ativo no processo de ensino-aprendizagem, utilizando a Aprendizagem Baseada em Problemas (PBL – Problem Basic Learning) e a inserção precoce em práticas na comunidade como principais estratégias para alcançar esses objetivos. Isso ajuda a construir no aluno um raciocínio lógico, crítico e ético que é tão importante para o médico.
Na avaliação do Ministério da Educação (MEC), com escala de 01 (mínima) a 05 (máxima), a Organização Didático-Pedagógica do curso possui conceito 04. Já as instalações e o corpo docente de Medicina UNIVAG possuem nota máxima.
Resultado do vestibular
Os resultados serão divulgados por meio de lista de chamada e de espera no dia 02 de dezembro de 2016, a partir das 15h pelo site www.medicinaunivag.com.br.
As matrículas poderão ser feitas entre 05 a 08 de dezembro, das 9h às 21h, para os convocados. Já os contemplados na lista de espera, devem preencher presencialmente, a confirmação de interesse de vaga nos dias 06 e 07 de dezembro, das 09h às 21h, na Central de Atendimento ao Estudante (CAE) do Univag.
As aulas do Curso de Medicina do Centro Universitário de Várzea Grande têm previsão de início no dia 20 de fevereiro de 2017.

Inscrições abertas para o Vestibular 2017/1 de Medicina da São Camilo (SP)

Começam nesta segunda-feira, dia 12 de setembro, as inscrições para o Vestibular 2017/1 de Medicina do Centro Universitário São Camilo, em São Paulo. O prazo final é dia 4 de novembro e os candidatos devem pagar uma taxa no valor de R$ 409.
É possível se inscrever no vestibular usando a nota do Exame Nacional do Ensino Médio 2016 (Enem) para substiruir a prova objetiva do vestibular.
Faça sua inscrição aqui
As provas do processo seletivo devem acontecer no dia 2 de dezembro, em locais que serão informados a partir de 24 de novembro no site da Fundação Vunesp. O exame será aplicado em dois turnos, organizados da seguinte forma:
- Prova I, das 9h às 13: 20 questões discursivas de Biologia, Química, Matemática e uma Redação;
- Prova II, das 15h às 18h: 50 questões objetivas de Língua Portuguesa, Geografia, História, Língua Inglesa e Física.
Resultado
No dia 4 de janeiro de 2017 será divulgado o resultado final do vestibular, com a lista de candidatos aprovados em primeira chamada. Caso o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) não libere as notas do Enem até 4 de janeiro, quem optou pelo Enem terá a nota da Prova I descartada.
Os que não forem convocados na primeira lista devem manifestar interesse por vagas remanescentes nos dias 5 e 6 seguintes. Uma nova relação de convocados para matrícula deve ser publicada no dia 12 de janeiro.
O prazo para o registro acadêmico dos aprovados em primeira chamada é de 4 a 7 de janeiro de 2017, já os da segunda lista devem se matricular entre os dias 18 e 20 de janeiro.
O Centro Universitário São Camilo oferece 50 vagas para o curso de Medicina que ministrado no Campus Ipiranga na capital paulista. Veja mais detalhes no Edital de Abertura ou no site da Fundação Vunesp.

Famema (SP) inscreve para Vestibular 2017 de Medicina e Enfermagem

A Faculdade de Medicina de Marília (Famema), em São Paulo, inscreve a partir de hoje, 19 de setembro, para o Vestibular 2017. Os interessados podem fazer o cadastro até 11 de novembro. A taxa custa R$ 165.
Inscreva-se Famema 2017

De acordo com o Edital, candidatos matriculados no ensino médio e que tenham remuneração mensal inferior a dois salários mínimos ou que estejam desempregados têm direito a redução de 50% no valor da taxa.
Para isso, os estudantes deverão imprimir e assinar o requerimento de solicitação e enviá-lo pelos Correios junto com os documentos comprobatórios para o seguinte endereço:
VESTIBULAR FAMEMA 2017 – REDUÇÃO DE TAXA
Rua Dona Germaine Burchard 515 – Perdizes – 05002-062 – São Paulo – SP 

A lista de beneficiados com redução da taxa de inscrição está prevista para sair no dia 11 de outubro. Recursos serão recebidos nos dias 13 e 14 seguintes. Já a lista final sai em 21 de outubro.
Vestibular
As provas estão marcadas para o dia 11 de dezembro, das 14h às 19h. Os candidatos vão produzir uma redação e responder oito questões discursivas de Biologia e Química e 40 questões objetivas de português, matemática, geografia, história, inglês e física.
Conforme o cronograma, em 19 de janeiro de 2017 será liberada a lista geral de classificação. A oferta é de 120 vagas, sendo 80 para Medicina e 40 para Enfermagem.
Para mais detalhes, acesse o Edital do vestibular 2017 da Famema.

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Mãe coleta recicláveis há 5 anos para manter filho em curso de medicina

“O que uma mãe não faria por um filho?”, questiona Evanildes Maria da Silveira, de 48 anos. Dedicada, iniciou há cinco anos um trabalho de coleta de papelão pelas ruas e empresas do município de Conceição do Coité, a 200 quilômetros de Salvador. Os materiais recolhidos são comercializados para reciclagem. O dinheiro obtido é usado para manter os estudos do filho, um jovem de 22 anos que cursa medicina na cidade de Aracaju, capital de Sergipe.

Evanildes trabalha como merendeira em uma escola pública de Coité. Funcionária terceirizada, enfrenta constantes atrasos nos salários. Ela diz que já chegou a ficar seis meses sem remunerações. “Por conta disso, a dificuldade é maior. Com meu filho estudando, eu precisava me programar”, explica. Por meio do conselho de uma colega de trabalho, que já atuava em reciclagem, foi às ruas atrás de um complemento na renda. “Não é muita coisa, mas já é uma ajudinha”, conta sobre os esforços.ento na renda. “Não é muita coisa, mas já é uma ajudinha”, conta sobre os esforços.

O filho de dona Evanildes conseguiu bolsa integral em uma universidade privada de Aracaju, por meio do Programa Universidade para Todos (Prouni). Apesar de não ter custos com mensalidades, tem de arcar com os materiais de estudo, além de aluguel e manutenção pessoal.


A mãe detalha que Prefeitura Municipal de Coité concede uma ajuda de custo no valor de R$ 300, por meio do Programa de Apoio ao Estudante (PAE). Entretanto, o valor não é suficiente para todas as despesas. Por isso, Evanildes dobrou as mangas e foi às ruas.

“Faço com muito orgulho. Não tenho vergonha por isso. Houve pessoas que viraram a cara, mas não há do que eu me envergonhe”, atesta. O trabalho ocorre de domingo a domingo. Com a ajuda da mãe, o filho já completou dez semestres do curso de medicina e tem com previsão de formatura o segundo semestre de 2016.

Tio do estudante, José Carlos da Silveira, de 59 anos, também ajuda nos trabalhos de coleta, mesmo com uma deficiência em uma das pernas. “Fazemos para dar uma ajuda na manutenção. Puxo a carrocinha com o peso de domingo a domingo. Para mim, tem sido uma grande fase de fisioterapia”, diz.

José Carlos detalha, que ao lado da irmã, coleta mais de duas toneladas de papelão por mês. “Fazemos com grande satisfação. Ele [o sobrinho] é um menino inteligente e admirado por todos. A cidade toda tem uma coisa boa para contar sobre ele”, afirma orgulhoso.

Cinco anos após o início das coletas, dona Evanildes confessa que, por diversas vezes, pensou que não conseguiria manter o filho no curso. “Até agora mesmo, ainda não é nada fácil. O desejo de toda mãe é ajudar. Fico na expectativa de que ele tenha um grande futuro. Não tenho vergonha de contar isso. Que nossa história motive outros”, diz.

Fonte: http://g1.globo.com/bahia/noticia/2015/08/mae-coleta-reciclaveis-ha-5-anos-para-manter-filho-em-curso-de-medicina.html

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Filho de lavradores termina curso de Medicina no Piauí

Ao longo do curso, a família de Luciano Carlos chegou custear seus livros com o dinheiro que seria destinado a comprar comida




Em 2009, um filho de lavradores da pequena cidade de Valença, com pouco mais de 20 mil habitantes, ganhou notoriedade por ser aprovado no curso de Medicina na Universidade Estadual do Piauí (UESPI). Procurada por jornais locais, a mãe de Luciano Carlos, chegou a dizer que já havia deixado de comprar comida para comprar livros para o filho. Agora, o jovem estudante da zona rural volta aos holofotes para celebrar a vitória de concluir o curso. Ele faz parte da 34ª turma formada pela UEPI.




“É uma grande emoção para mim. Tenho um neto médico”, afirmou a avó de Luciano à emissora local Meio Norte. O jovem afirma que todos os anos de luta valeram muito a pena, apesar da distância da família e das dificuldades enfrentadas. Luciano relata que já escolheu sua especialização: a primeira opção seria otorrinolaringologia e a segunda, cardiologia.

"Às vezes, até quem tem muito poder aquisitivo não chega a isso e nós, eu, meu filho, os irmãos e a mãe, conseguimos um grande êxito desse do nada, só com a coragem. Eu fiquei muito orgulhoso, mas, não é um orgulho besta, é um orgulho de satisfação", declarou o pai de Luciano.

Aluno de MT aprovado para medicina na Unirio vende pizza para passagem

Com determinação e força de vontade, Hermínio Augusto de Souza, de 20 anos, estudante de uma escola pública de Cuiabá, foi aprovado para medicina na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio). Para custear a passagem, o jovem, que mora em uma casa simples e inacabada no Bairro Pedregal, está vendendo pizzas.
Hermínio fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no ano passado, pela terceira vez, e já tinha a intenção de cursar medicina. Obteve 724 pontos no exame. Nas outras duas vezes não conseguiu pontuação suficiente para cursar medicina.
Ele conheceu o Rio de Janeiro no mês passado quando foi fazer a matrícula.
Ele será bolsista do governo federal, mas ele ainda não sabe quando vai começar a receber a bolsa. As aulas estão previstas para começar no dia 23 de agosto e ele ainda não comprou a passagem de ida. Mas, com a venda das pizzas, já conseguiu juntar R$ 700. Cada pizza é vendida a R$ 16 e já vendeu quase 100.


"Vou sentir saudades, mas acredito que estarei fazendo a coisa certa, que é o melhor para mim", declarou.
"Estudei a vida toda na escola pública e o ensino médio no Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT)", declarou. Ele não fez cursinho prepatório por falta de condições de pagar e estudava sozinho na biblioteca publica do bairro onde mora.
A mãe dele, a dona de casa Benedita de Souza se diz orgulhosa do filho, que cresceu em um bairro da capital que é conhecido pelo alto indíce de violência.
"É um bairro conhecido pela violência e sai um candidato a médico. Sempre ensinamos o caminho certo a seguir. É uma flor no meio das pedras", afirma a mãe.
Hermínio estudou na Escola Municipal Professor Orlando Nigro e ele disse que sempre viu a escola como segunda casa, tanto que os professores da escola estão o ajudando na venda das pizzas para arrecadar dinheiro para a viagem.
"Se alguém quiser vir aqui [na escola] para comprar a pizza dele, que serão entregues na quinta-feira (11) e ele vai estar aqui. Esse esforço dele é muito importante", explicou a diretora Edna Lucia Nascimento.
O ex-professor dele Donizete Louzada conta que ele era um aluno aplicado. "Esse aluno é um exemplo de que fazia tudo que a gente pedia, as atividades, as tarefas, tirava boas notas, não precisava chamar a atenção", disse.

domingo, 24 de abril de 2016

PARTICIPE DO 1º SIMULADO ON-LINE

Você que é estudante do 3º ano do Ensino Médio vai poder participar de quatro simulados on-line por meio daPlataforma de Estudo do Hora do Enem. O primeiro já tem data marcada. Vai acontecer logo mais, no dia 30 de abril.
Para se inscrever na plataforma de estudos Hora do ENEM clique aqui e faça o seu cadastro.
As provas foram criadas seguindo a mesma metodologia utilizada nas questões do INEP. Ao completar o simulado, você poderá comparar a sua nota com a necessária para ser aprovado no curso e faculdade em que você quer entrar. A gente faz esse cálculo com base nas notas dos alunos aprovados no ano passado.
Você tem a opção de fazer o simulado da sua casa, escola ou de onde quiser, desde que tenha acesso à Internet. Poderá usar o computador, o celular ou o tablet. Universidades e Institutos Federais, instituições privadas e escolas estaduais de Ensino Médio também vão ceder espaço para a realização do simulado para os alunos que não tiverem acesso à Internet.

MARQUE NA AGENDA

1º Simulado: 30 de abril
20 questões por área do conhecimento (80 no total)

2º Simulado: 25 de junho
20 questões por área do conhecimento (80 no total)

3º Simulado: 13 de agosto
20 questões por área do conhecimento (80 no total)

4º Simulado: 8 e 9 de outubro
45 questões por área do conhecimento (180 no total)

COMO ME INSCREVO?

Todos alunos inscritos na Plataforma de Estudos Hora do Enem já estão automaticamente inscritos para os Simulados. 
Para se inscrever na Plataforma, basta clicar aqui e seguir os passos indicados.

SAIBA MAIS

Como vai funcionar o dia do simulado?
Os simulados serão liberados apenas durante os seus respectivos dias. Ou seja, às 00:01 do dia 30 de abril o 1º Simulado será liberado e você deverá iniciar o seu simulado até às 20:00 do mesmo dia.

Não tenho acesso à internet para fazer o simulado, onde posso fazer?
Se você não tiver acesso à internet e está matriculado no último ano do Ensino Médio em uma escola da rede pública, poderá escolher um local de prova para realizar o simulado. Você deverá ter um CPF válido cadastrado na plataforma de estudos. 
A escolha desse local se dará entre os dias 11 a 15 de abril, prazo prorrogado até 20 de abril por meio de um link na seção Simulados da Plataforma da Estudos Hora do ENEM.
Atenção, as vagas são limitadas e por ordem de chegada.

Quanto tempo terei para realizar o simulado?
Você terá uma média de 3 minutos por questão - o mesmo tempo da prova oficial do Enem.
Nos cadernos contendo 20 questões, o tempo total por caderno é de uma hora. O 1º e 2º Simulado, ambos com 4 cadernos de 20 questões, terão um tempo total de 4h. Nos cadernos de 45 questões (presentes apenas no último simulado), você terá um tempo de 2h 15min por caderno. O tempo total nesse caso fica como o exame do Enem - 9h de prova.
Atenção: após iniciar cada um dos cadernos, ele não poderá ser pausado. Caso você não finalize os cadernos quando o tempo de prova se esgotar, as suas respostas preenchidas até aquele instante serão finalizadas automaticamente.

Preciso ter um tipo específico de celular ou uma conexão rápida para fazer o simulado?
Já é possível ter uma boa experiência a partir de uma conexão 2G, 250 kbps. A plataforma também conta com aplicativo nativo para Android.

Quando as notas do simulado estarão disponíveis?
Assim que o estudante encerra o simulado, ele receberá automaticamente a nota TRI e a comparação dessa nota com a do curso e instituição de ensino escolhidos.

quarta-feira, 9 de março de 2016

Novo curso de Medicina - USCS em São Paulo




Medicina da USCS em São Paulo
Em 2016, a Universidade de São Caetano do Sul - USCS, instituição educacional municipal de ensino superior passou a oferecer 120 vagas anuais para a Graduação em Medicina em seu Campus Bela Vista.
 Para enfrentar esse desafio, a USCS estabeleceu uma parceria com o Hospital Sírio Libanês - HSL passando, assim, a integrar o Cluster de Escolas Médicas – CEM apoiadas pelo Instituto Sírio Libanês de Ensino e Pesquisa – IEP/HSL.
Serão oferecidas 120 vagas anuais .



Fonte: site da USCS