domingo, 24 de abril de 2016

PARTICIPE DO 1º SIMULADO ON-LINE

Você que é estudante do 3º ano do Ensino Médio vai poder participar de quatro simulados on-line por meio daPlataforma de Estudo do Hora do Enem. O primeiro já tem data marcada. Vai acontecer logo mais, no dia 30 de abril.
Para se inscrever na plataforma de estudos Hora do ENEM clique aqui e faça o seu cadastro.
As provas foram criadas seguindo a mesma metodologia utilizada nas questões do INEP. Ao completar o simulado, você poderá comparar a sua nota com a necessária para ser aprovado no curso e faculdade em que você quer entrar. A gente faz esse cálculo com base nas notas dos alunos aprovados no ano passado.
Você tem a opção de fazer o simulado da sua casa, escola ou de onde quiser, desde que tenha acesso à Internet. Poderá usar o computador, o celular ou o tablet. Universidades e Institutos Federais, instituições privadas e escolas estaduais de Ensino Médio também vão ceder espaço para a realização do simulado para os alunos que não tiverem acesso à Internet.

MARQUE NA AGENDA

1º Simulado: 30 de abril
20 questões por área do conhecimento (80 no total)

2º Simulado: 25 de junho
20 questões por área do conhecimento (80 no total)

3º Simulado: 13 de agosto
20 questões por área do conhecimento (80 no total)

4º Simulado: 8 e 9 de outubro
45 questões por área do conhecimento (180 no total)

COMO ME INSCREVO?

Todos alunos inscritos na Plataforma de Estudos Hora do Enem já estão automaticamente inscritos para os Simulados. 
Para se inscrever na Plataforma, basta clicar aqui e seguir os passos indicados.

SAIBA MAIS

Como vai funcionar o dia do simulado?
Os simulados serão liberados apenas durante os seus respectivos dias. Ou seja, às 00:01 do dia 30 de abril o 1º Simulado será liberado e você deverá iniciar o seu simulado até às 20:00 do mesmo dia.

Não tenho acesso à internet para fazer o simulado, onde posso fazer?
Se você não tiver acesso à internet e está matriculado no último ano do Ensino Médio em uma escola da rede pública, poderá escolher um local de prova para realizar o simulado. Você deverá ter um CPF válido cadastrado na plataforma de estudos. 
A escolha desse local se dará entre os dias 11 a 15 de abril, prazo prorrogado até 20 de abril por meio de um link na seção Simulados da Plataforma da Estudos Hora do ENEM.
Atenção, as vagas são limitadas e por ordem de chegada.

Quanto tempo terei para realizar o simulado?
Você terá uma média de 3 minutos por questão - o mesmo tempo da prova oficial do Enem.
Nos cadernos contendo 20 questões, o tempo total por caderno é de uma hora. O 1º e 2º Simulado, ambos com 4 cadernos de 20 questões, terão um tempo total de 4h. Nos cadernos de 45 questões (presentes apenas no último simulado), você terá um tempo de 2h 15min por caderno. O tempo total nesse caso fica como o exame do Enem - 9h de prova.
Atenção: após iniciar cada um dos cadernos, ele não poderá ser pausado. Caso você não finalize os cadernos quando o tempo de prova se esgotar, as suas respostas preenchidas até aquele instante serão finalizadas automaticamente.

Preciso ter um tipo específico de celular ou uma conexão rápida para fazer o simulado?
Já é possível ter uma boa experiência a partir de uma conexão 2G, 250 kbps. A plataforma também conta com aplicativo nativo para Android.

Quando as notas do simulado estarão disponíveis?
Assim que o estudante encerra o simulado, ele receberá automaticamente a nota TRI e a comparação dessa nota com a do curso e instituição de ensino escolhidos.

quarta-feira, 9 de março de 2016

Novo curso de Medicina - USCS em São Paulo




Medicina da USCS em São Paulo
Em 2016, a Universidade de São Caetano do Sul - USCS, instituição educacional municipal de ensino superior passou a oferecer 120 vagas anuais para a Graduação em Medicina em seu Campus Bela Vista.
 Para enfrentar esse desafio, a USCS estabeleceu uma parceria com o Hospital Sírio Libanês - HSL passando, assim, a integrar o Cluster de Escolas Médicas – CEM apoiadas pelo Instituto Sírio Libanês de Ensino e Pesquisa – IEP/HSL.
Serão oferecidas 120 vagas anuais .



Fonte: site da USCS

sexta-feira, 4 de março de 2016

UFPE divulga classificados após segunda convocação da lista de espera do Sisu

A Comissão Permanente de Concursos Acadêmico da Universidade de Pernambuco (CPCA/UPE) divulgou nesta quarta-feira a segunda lista de convocados, a partir da lista de espera, do Sistema de Seleção Simplificada (Sisu). A primeira lista, com 925 nomes, foi divulgada no dia 16 de fevereiro.


UFPE - No dia 19 de fevereiro foi a vez da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) convocar 344 candidatos da lista de espera para preenchimento de vagas remanescentes do Sisu 2016. Foi a segunda convocação (ainda sem garantia de vaga) e chamou 321 candidatos dos cursos do Campus Recife e outros 23 candidatos a cursos do Centro Acadêmico do Agreste (CAA).

Nestes casos, os estudantes deverão entregar documentos, nos dias 3 e 4 de março, na Coordenação do Corpo Discente do Campus Recife - Av. dos Economistas, s/nº, Cidade Universitária,  das 8h às 12h e 14h às 17h, a fim de confirmar seu interesse em ocupar as vagas dos cursos de graduação. O edital, com a lista dos documentos, está disponível no site da Pró-Reitoria para Assuntos Acadêmicos.

Foram convocados candidatos para vagas disponíveis em 25 cursos de graduação, sendo que apenas o curso de Geografia/Bacharelado dispõe de vagas para ampla concorrência (42 candidatos). Todos os demais têm vagas apenas para cotistas.

Já os candidatos convocados para o CAA (sete estudantes para o curso de Administração e 16 estudantes para Medicina, todos cotistas) devem comparecer na Escolaridade daquele centro, localizado na Rodovia BR-104, também nos dias 3 e 4 de março, das 8h às 12h e 14h às 16h. 

No dia 10, a UFPE vai divulgar a relação dos candidatos classificados, reclassificados e remanejados após a confirmação da intenção de matrícula, no site da Proacad.

UFPE divulga classificados após segunda convocação da lista de espera do Sisu

A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) divulga na próxima quinta-feira a lista dos classificados após a segunda convocação da lista de espera para o preenchimento de vagas remanescentes do Sisu 2016. A lista vai conter candidatos classificados que foram chamados na primeira e na segunda convocações; estudantes reclassificados, ou seja, quem já havia sido classificado em sua segunda opção de curso e vai ocupar vaga em sua primeira opção; e também estudantes remanejados, que haviam sido classificados na segunda entrada do curso escolhido e estão sendo remanejados para a primeira entrada deste curso.A relação dos candidatos classificados, reclassificados e remanejados após a confirmação da intenção de matrícula será divulgada no site da Pró-Reitoria para Assuntos Acadêmicos (Proacad).

Até esta sexta-feira a Coordenação do Corpo Discente está recebendo os documentos de candidatos que foram chamados na segunda convocação da lista de espera, divulgada no dia 26 de fevereiro. A Coordenação do Corpo Discente funciona no Campus Recife, na Avenida dos Economistas, s/n, Cidade Universitária, das 8h às 12h e 14h às 17h. O edital, com a lista dos documentos, está disponível no site da Proacad.

Para o Campus Recife, foram convocados candidatos para vagas disponíveis em 25 cursos de graduação, sendo que apenas o curso de Geografia/Bacharelado dispõe de vagas para ampla concorrência (42 candidatos). Todos os demais têm vagas apenas para cotistas.

Já os candidatos convocados para o CAA (sete estudantes para o curso de Administração e 16 estudantes para Medicina, todos cotistas) devem comparecer na Escolaridade daquele centro, localizado na Rodovia BR-104, também hoje e amanhã, das 8h às 12h e 14h às 16h.

TODAS AS PROVAS DO NOVO ENEM EM PDF - DOWNLOAD - DE 2009 A 2015

PROVAS DE 2009 (3 provas: anulada, válida e sistema prisional)
2009 31 www.nucleodeaprendizagem.com.br/2009_3_1.pdf NAT HUM (Sistema prisional)
2009 32 www.nucleodeaprendizagem.com.br/2009_3_2.pdf RED COD MAT (Sistema prisional)

PROVAS DE 2010
2010 21www.nucleodeaprendizagem.com.br/d enem2010 PROVA 2 1.pdf  HUM NAT (Sistema prisional)
2010 22 www.nucleodeaprendizagem.com.br/d enem2010 PROVA 2 2.pdf  RED COD MAT (Sistema prisional)

PROVAS DE 2011
2011 21 www.nucleodeaprendizagem.com.br/2011_2_1.pdf HUM NAT (Sistema prisional)
2011 22 www.nucleodeaprendizagem.com.br/2011_2_2.pdf RED COD MAT (Sistema prisional)

PROVAS DE 2012
2012 21 www.nucleodeaprendizagem.com.br/2012_2_1.pdf HUM NAT (Sistema prisional)
2012 22 www.nucleodeaprendizagem.com.br/2012_2_2.pdf RED COD MAT (Sistema prisional)

PROVAS DE 2013
2013 12 www.nucleodeaprendizagem.com.br/2013_1_2_GAB.pdf RED COD MAT
2013 21 www.nucleodeaprendizagem.com.br/2013_2_1.pdf HUM NAT (Sistema prisional)
2013 22 www.nucleodeaprendizagem.com.br/2013_2_2.pdf RED COD MAT (Sistema prisional)

PROVAS DE 2014 
2014 11 www.nucleodeaprendizagem.com.br/2014_1_1.pdf HUM NAT
2014 12 www.nucleodeaprendizagem.com.br/2014_1_2.pdf RED COD MAT
2014 21 www.nucleodeaprendizagem.com.br/2014_2_1.pdf HUM NAT (Sistema prisional)
2014 22 www.nucleodeaprendizagem.com.br/2014_2_2.pdf RED COD MAT (Sistema prisional)
2014 31 www.nucleodeaprendizagem.com.br/2014_3_1.pdf HUM NAT (Terceira aplicação)
2014 32 www.nucleodeaprendizagem.com.br/2014_3_2.pdf RED COD MAT (Terceira aplicação)

PROVAS DE 2015 
2015 11 www.nucleodeaprendizagem.com.br/2015_1_1.pdf HUM NAT
2015 12 www.nucleodeaprendizagem.com.br/2015_1_2.pdf RED COD MAT
2015 21 www.nucleodeaprendizagem.com.br/2015_2_1.pdf HUM NAT (Segunda aplicação)
2015 22 www.nucleodeaprendizagem.com.br/2015_2_2.pdf RED COD MAT (Segunda aplicação)

A terceira aplicação de 2014 foi para apenas 30 candidatos que tiveram problemas na primeira aplicação (falta de energia elétrica). Fizeram a segunda aplicação que é a prova do sistema prisional (e o carro dos Correios com suas folhas de resposta foi roubado). Assim o MEC providenciou uma terceira aplicação (muito bem feita por sinal, com capricho) e abriu um pouco mais a porta para que agora possamos conhecer melhor ainda o banco de questões.

O gabarito das provas do Sistema Prisional pode ser encontrado clicando AQUI.
Outro site com gabarito das provas do Sistema Prisional: AQUI.
Os gabaritos da Terceira Aplicação de 2014 estão AQUI e AQUI.

ENEM PPL 2015 -
Segue abaixo os links para download dos 8 cadernos referentes aos dois dias de provas, bem como seus respectivos gabaritos:


Fonte: http://ramonlamar.blogspot.com.br/2013/08/todas-as-provas-do-novo-enem-em-pdf.html
https://www.infoenem.com.br/gabarito-e-prova-do-enem-2015-ppl-digitalizada-pdf/

Engenheiro é 1º lugar em medicina na USP: 'Quero cuidar dos meus pais'

  • Diego Ohara Silva com seus pais
    Diego Ohara Silva com seus pais
O primeiro colocado em medicina na USP (Universidade de São Paulo) tem uma trajetória incomum: ele foi a apenas algumas aulas do cursinho (elegeu as matérias em que tinha mais dificuldade), trabalhou enquanto estudava para o vestibular (ele dá aulas particulares de matemática e física) e já fez ensino superior (é formado em engenharia civil, também pela USP).
"Engenharia civil é um curso muito legal, mas acabei não optando por trabalhar nessa área porque achei estressante, não gera um bem social. Quero ajudar as pessoas de fato", diz Diego Ohara Silva, que concluiu o ensino médio em escola pública.
"Eu penso em cuidar dos meus pais. Na minha família não tem nenhum médico", comenta.

Escola técnica e cursinhos

Após o ensino médio na rede pública, ele, que não tinha condições de pagar uma faculdade particular, seguiu a dica de uma professora e ingressou no ensino técnico. Ao mesmo em que estudava em uma escola técnica em administração em Pinheiros, zona oeste de São Paulo, ele se dedicou ao cursinho e conseguiu entrar na Escola Politécnica da USP, a Poli, uma das mais renomadas faculdades de engenharia do país.
"Muitas escolas públicas são fracas. Tem algumas que são modelo e estão entre as mais bem colocadas do Enem por Escola. As minhas foram sempre de bairro. O professor não tem nem perspectiva de falar da existência da universidade pública", avalia. 
Foi na época da faculdade que Diego começou a dar aulas particulares de reforço de matemática e física, atividade que exerce até hoje.
Para se dedicar aos planos de fazer medicina, ele precisou manter as aulas como professor ao mesmo tempo que fazia cursinho (Poliedro).
"Acabava selecionando algumas aulas que eu queria assistir. Cada semana era uma logística", explica.

Estudos

O jeito era aproveitar todo e qualquer tempo livre: "Deixei de sair para aniversário de amigo porque tinha que manter um horário para estudar", lembra. E usar o tempo precioso com as disciplinas em que tinha dificuldade: "Não fiquei estudando muito física, por exemplo. Focava nas matérias mais difíceis para mim, que são português, biologia e geografia".
"O importante é você saber o seu defeito e atuar nele", aconselha o rapaz.
Para ele, um dos trunfos da boa colocação foi conhecer modelo de prova da Fuvest. "Fui bem direcionado, sabia o que eles pedem mais. É essencial conhecer o estilo da prova", afirma.
Outra dica: "Você pode ser o melhor aluno, mas, se você não sabe quanto tempo pode perder em cada questão, complica."

Estudante de 17 anos passa em dez vestibulares de medicina e escolhe USP

O estudante Gabriel Baron, recém-saído do ensino médio, conseguiu passar em dez vestibulares de medicina. Dentre as universidades que o aprovaram, estão a USP (Universidade de São Paulo), a Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) e a Unesp (Universidade Estadual Paulista).
Além das estaduais paulistas, o campineiro de 17 anos passou na Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), UFF (Universidade Federal Fluminense), PUC (Pontifícia Universidade Católica) de Campinas, PUC-SP, São Leopoldo Mandic, Faculdade de Medicina de Jundiaí e Unifae (Centro Universitário das Faculdades Associadas de Ensino), em São João da Boa Vista (SP).
Como optou pela USP (Universidade de São Paulo), já está morando na capital e contou ao UOL que está se adaptando aos poucos, tanto à faculdade quanto à cidade. "Está tudo bastante corrido. É muita coisa nova acontecendo. Mudança de escola, de cidade, mas aos poucos estou me adaptando", comentou.  
Em relação à escolha da faculdade, ele disse que considerou o fato de a USP ser uma das melhores do país e também por ser bastante voltada à pesquisa, área que ele pretende seguir dentro da medicina. 

Rotina de estudos

Gabriel seguiu à risca uma rotina de estudos puxada. "Eu tinha aula de manhã, e ficava às vezes até as 17h30. Quando eu chegava em casa continuava estudando. De três a cinco horas por dia. Só parava para jantar e tomar banho. Nos fins de semana, eu costumava estudar umas sete horas por dia", contou.
Além de estudar pesado, Gabriel conta que neste último ano quase não saía com os amigos e praticamente esqueceu as redes sociais. "Eu saía muito pouco e quase não entrava nas redes sociais. Usava mais para checar coisas relacionadas à minha rotina de estudos", completou.
Até mesmo a música, o principal hobby de Gabriel foi deixada de lado. "Eu toco piano, saxofone, clarinete e flauta transversal, mas até isso eu abandonei para estudar. Mas valeu muito a pena. Eu esperava passar, mas não em todas. Foi uma sensação indescritível", concluiu.

Bom aluno

O estudante sempre foi um exemplo de determinação. Até mesmo os professores do Colégio Notre Dame, onde Gabriel estudou desde pequeno, já esperavam que ele teria sucesso no vestibular e falam dele com muito orgulho.
"Ele sempre foi muito focado. Sempre tirou notas altíssimas em todas as disciplinas, mesmo as que ele dizia não ter muita afinidade. Mas o que mais chamava atenção nele era sua performance participativa. Ele participava de tudo: olimpíadas, aulas de aprofundamento, simulados. Tudo o que a escola oferecia, ele aproveitava, e muito bem", disse Cláudio Panosso, professor de física e coordenador de vestibulares do colégio.
Além disso, o docente destacou a dedicação e o foco de Gabriel. "Ele sempre foi muito focado. Gabriel não começou a se preparar para o vestibular no ano passado. Ele se prepara desde sempre. Ele fez vestibular como treineiro durante o primeiro e o segundo ano do colegial e foi aprovado nas duas vezes. Em cursos menos concorridos, mas foi aprovado. Pra mim, a aprovação nas 10 faculdades não foi grande surpresa. Ele sempre foi um aluno exemplar", conclui Panosso, que acompanhou a rotina do estudante.
O pai dele, Nivaldo Baron, que é ginecologista e obstetra, contou que ficou muito feliz quando Gabriel escolheu ser médico, mesmo sem nenhum tipo de pressão dentro de casa. "Nós o apoiaríamos para qualquer curso, mas claro que ficamos muito felizes com a escolha dele e do irmão. Ver seus filhos seguindo seus passos com certeza é motivo de muita alegria. Para qualquer pai, isso dá uma sensação de dever cumprido", disse.

Fonte: http://vestibular.uol.com.br/noticias/redacao/2016/02/23/estudante-de-17-anos-passa-em-dez-vestibulares-de-medicina-e-escolhe-usp.htm

domingo, 14 de fevereiro de 2016

MEC PREENCHERÁ VAGAS OCIOSAS DO SISU POR NOVO SISTEMA

Com novo sistema, até 150 mil vagas ociosas poderão ser preenchidas


O Ministério da Educação (MEC) divulgou no início da noite de sexta-feira, 04 de dezembro, que criará o Sistema de Seleção Unificada (SiSU) para vagas remanescentes. A medida foi tomada após o órgão notar o aumento expressivo de matrículas, anunciado pelo Censo da Educação Superior de 2014, e a quantidade de vagas ociosas nas instituições de ensino superior federais.
Há, pelo menos, 114 mil vagas ociosas, de acordo com o Ministério, mesmo após as chamadas do SiSU  e das próprias universidades. A medida tem o intuito de zerar essa demanda não utilizada.

“Nós queremos todas essas vagas preenchidas com um critério transparente, republicano e meritocrático de acesso. Para isso, vamos mudar o mecanismo de repasse de verba para as instituições federais. O MEC não repassará recurso por vaga, mas sim por matrícula efetivamente realizada. Com o mesmo recurso que nós temos hoje, podemos ter 100 mil alunos a mais nas universidades federais”, afirmou o Ministro da Educação, Aloizio Mercadante, durante coletiva de imprensa em Brasília.
Ainda de acordo com o Ministro, com todas as instituições de ensino superior públicas federais (estaduais e municipais) aderindo, o montante de vagas aumentará para até 150 mil. Com isso, serão mais de 6 milhões de estudantes tendo a oportunidade de ingressar numa instituição pública.

Critérios

Serão utilizados cinco critérios de acesso, sendo o primeiro deles a nota do candidato no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Além desse, também será utilizado o desempenho acadêmico do estudante em sua respectiva instituição de ensino e a qualidade do curso de onde se quer mudar. Também será avaliado se o candidato é da região de onde está a instituição desejada ou se ele já possui alguma graduação.
O objetivo com o novo sistema é que não haja cadeiras vazias no ensino superior público federal, que no momento já possui 1.180.068 vagas, com praticamente nenhum custo adicional. A previsão é que o SiSU das vagas remanescentes seja lançado ainda no primeiro semestre de 2016.
*com informações do MEC